Durante “Encontro de Economistas em Defesa da Previdência Social”, realizado na Câmara dos Deputados, em Brasília, a professora Erika Aragão, do Instituto de Saúde Coletiva (ISC/UFBA) e presidente da Associação Brasileira de Economia da Saúde (Abres), criticou a proposta de emenda à Constituição (PEC 6/2019), que muda as regras para a aposentadoria. Saiba as razões!