“Saúde pública para o futuro da humanidade: análise, advocacy e ação” é o tema do 16º Congresso Mundial de Saúde Pública (WCPH2020), que acontece de hoje (12) até sexta-feira (16). Mais de 3.500 profissionais de saúde pública e formuladores de políticas de 122 países devem participar da edição on-line do evento. Entre os brasileiros convidados, estão os pesquisadores Luis Eugenio de Souza, Naomar de Almeida Filho e Maurício Barreto, do Instituto de Saúde Coletiva da UFBA.

O congresso é dividido em 12 eixos de discussões, que englobam áreas como saúde digital, desenvolvimento sustentável, saúde mental e vacinação. O evento também promoverá discussões especiais em torno da Covid-19, com destaque para as últimas novidades em políticas de controle do coronavírus, a eficácia das medidas de controle, o impacto nos sistemas de saúde e serviços comunitários.

Mais de 40 especialistas e formuladores de políticas de alto nível participarão de oito Sessões Plenárias, além de 30 Diálogos de Lideranças Mundiais e 150 workshops.

O formato on-line do Congresso, que foi inicialmente planejado para acontecer em Roma, na Itália, acontecerá todos os dias das 3h às 17h (Horário de Brasília) para acomodar os participantes que vivem em diferentes fusos horários.

O Congresso Mundial de Saúde Pública é promovido pela Federação Mundial de Associações de Saúde Pública (WFPHA) em parceria com a Associação Europeia de Saúde Pública (EUPHA) e a Sociedade Italiana de Higiene, Medicina Preventiva e Saúde Pública (SItI).

Para ver a programação completa do evento, acesse:

https://wcph2020.com/app/programme/programme.php?d=main

Para outras informações, acesse a página oficial do congresso:

https://wcph2020.com/index.php