Estudantes de pós-graduação e professores participam da semana de integração do ISC / Foto: Egberto Siqueira

Uma ansiedade abraçada. Esse é o sentimento compartilhado esta semana pelos alunos de pós-graduação do Instituto de Saúde Coletiva (ISC) da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Eles participam da abertura do ano letivo de 2019, que começou ontem (18) e segue até sexta-feira (22).

Participaram da mesa de abertura do evento, nessa segunda-feira, a diretora do Instituto de Saúde Coletiva, Isabela Cardoso de Matos Pinto, a vice-diretora do Instituto, Darci Neves, o coordenador do Programa de Pós-Graduação em Saúde Coletiva, Luis Eugenio de Souza, e o vice-coordenador, Marcelo Castellanos.

Para eles, o momento é de acolher esses estudantes e convidá-los a um passeio pelo universo do Instituto. Durante a sessão, os alunos receberam orientações sobre as atividades que serão desenvolvidas durante toda a semana de abertura, como a criação de grupos, elaboração de oficinas e apresentação individual dos programas que compõem o ISC pelas respectivas coordenações.

A mesa também reforçou a importância da participação estudantil na vida acadêmica, desde a possibilidade de integrar a Congregação, principal órgão deliberativo da UFBA, como também a Comissão de Bolsas, e os colegiados de graduação e pós-graduação.

“A ideia é que eles possam viver não só os momentos de sala de aula, mas uma vida acadêmica completa dentro desse instituto. ”, destacou a diretora Isabela.

Histórias que se cruzam

José Xavier veio de Moçambique, na África, para cursar Doutorado no ISC. Deixou esposa e dois filhos para estudar em outro continente. Mas todo esse esforço deve ser recompensado quando voltar para casa com o título e o conhecimento necessário para intervir na área de gestão pública do seu país.

Vanessa Soares é enfermeira e busca no Mestrado em Saúde Coletiva um aprofundamento nas questões que envolvem a saúde da população negra, como destaque para a anemia falciforme. Já o boliviano Juan Pablo Aguilar acaba de defender uma dissertação no próprio ISC sobre a incidência e o desenvolvimento de crianças nascidas durante o surto de zika vírus. No mesmo dia da defesa, participava da integração, agora como estudante do Doutorado. A ideia é levar adiante a pesquisa nessa área.

Essas são algumas das histórias que se cruzam na apresentação dos estudantes que vêm de diversos lugares do Brasil e até de fora do país. A troca deve se intensificar cada vez mais na convivência pessoal e acadêmica que começa entre eles a partir de agora.

Programação

Além da pós-graduação, a semana de abertura contempla ainda uma programação especial para os alunos de graduação em Saúde Coletiva.

Clique aqui e veja a programação completa da semana de abertura (graduação)

Clique aqui e veja a programação completa da semana de abertura (pós-graduação)