“Indígenas, pessoas em situação de rua, quilombolas e população encarcerada: vulnerabilidades acentuadas frente à covid-19” foi o tema do ISC em Casa desta sexta-feira (08).

Os convidados foram: Thais Regina Silva, estudante quilombola da Faculdade de Direito da UFBA, natural do quilombo Alto do Cruzeiro em Acupe – Santo Amaro; Ubiraci Pataxó, terapeuta comunitário, mestre do saber e aprendiz de pajé; e Martinho Silva, professor da UERJ e pesquisador da temática de saúde nos presídios.

A sessão foi mediada por Leny Trad, professora e coordenadora do Programa Comunidade, Família e Saúde (FA-SA) do Instituto de Saúde Coletiva da UFBA.