Inicio Internacionalização

Internacionalização

No desenvolvimento de suas atividades, o Instituto de Saúde Coletiva da UFBA mantém uma estreita parceria com universidades e centros de pesquisa no exterior por meio do intercâmbio bilateral de professores, alunos e pesquisadores em programas de ensino e projetos colaborativos de pesquisa.

A internacionalização do Programa de Pós-Graduação em Saúde Coletiva tem se consolidado e renovado em várias frentes, o que garante as perspectivas de se conduzir estudos cooperativos e fortalecer as capacidades de produção de conhecimento para a formação de pesquisadores e professores.

Em 2018, o programa foi responsável pela publicação de 80 artigos em periódicos estrangeiros. Os pesquisadores estiveram envolvidos em projetos de pesquisa e colaboração com 43 universidades diferentes em 13 países.

  1. Estados Unidos: Case Western Reserve University, Yale University, Universidade da Carolina do Norte em Chapel Hill, Universidade Estadual da Georgia, Universidade do Texas, Michigan State University, Brown University, Harvard University, Emory University, Brooklin Health Disparities Center e Stanford Medical Center.
  2. Reino Unido: London School of Hygiene and Tropical Medicine, Universidade de York, Universidade de Liverpool, Universidade de Lancaster, Universidade de Manchester, Universidade de Glasgow, University College London,University of East London,Saint George´s University of London e Universidade de Bristol.
  3. França: Centro de Sociologia Europeia (Paris), Université Pierre Mendes (Grenoble), Université Lumiére-Lyon II, Université de Limoges e Université de Cergy-Pontoise
  4. Canadá: McGill University, Université de Montréal e Universidade de Québec à Montréal
  5. Portugal: Universidade do Porto, Universidade Aberta de Portugal e Universidade de Coimbra
  6. Argentina: Universidad Nacional de Lanús, Universidad Nacional de Rosario, Universidad Tres de Febrero
  7. Suíça: Instituto Karolinska e UmeåUniversity
  8. Uganda: MRC/UVRI Uganda Research Unit on AIDS
  9. Austrália: Queens land University
  10. Índia: Instituto Indiano de Saúde Pública de Hyderabad
  11. Equador: Universidad San Francisco de Quito
  12. Nova Zelândia: Universidade de Massey
  13. Holanda: Vrije Universiteit Amsterdam, Faculty of Earth and Life Sciences – Health Sciences.

Aedes Aegypti está presente em 86% dos municípios, afirma coordenador-geral das...

Em palestra no Instituto de Saúde Coletiva (ISC) da Universidade Federal da Bahia (UFBA), Rodrigo Said, coordenador-geral das Arboviroses pelo Ministério da Saúde, discutiu...