A dificuldade do Brasil para conseguir substituir os médicos cubanos foi destaque internacional em matéria publicada no The New York Times no dia 11 de junho. O jornal americano estimou em 28 milhões o número de brasileiros atingidos pela ausência dos profissionais. Na reportagem, a Organização Pan-Americana de Saúde também cita o risco de morte de 37 mil crianças até 2030.

O estudo que aponta a mortalidade infantil tem a colaboração do Instituto de Saúde Coletiva da UFBA e será publicado, em breve, pela Revista Panamericana de Salud Pública/Pan American Journal of Public Health.

Através da elaboração de diversos cenários, a pesquisa mostra o impacto das medidas de austeridade fiscal para o Programa Mais Médicos, com consequências severas para os menores de 5 anos.

Para ler a matéria do The New York Times na íntegra, acesse (disponível em inglês e espanhol):

https://www.nytimes.com/2019/06/11/world/americas/brazil-cuba-doctors-jair-bolsonaro.html