Inicio Conheça o PPGSC

Conheça o PPGSC

Apresentação

O Programa de Pós-Graduação em Saúde Coletiva da Universidade Federal da Bahia (PPGSC-ISC/UFBA), criado em 1973, é um dos mais antigos do país. Como reconhecimento a sua destacada trajetória acadêmica e científica, nos dois últimos triênios recebeu nota máxima (sete) na Avaliação da CAPES, sendo o único programa de pós-graduação situado nas regiões Norte e Nordeste a ter alcançado tal distinção.

Iniciado com um curso de Mestrado em Saúde Comunitária, o PPGSC consolidou-se em 1989, com a implantação do Doutorado em Saúde Pública, tendo como área constitutiva a Epidemiologia, principal campo de pesquisa à época. Com a fundação do ISC em 1995, todos os cursos de pós-graduação stricto sensu de Saúde Coletiva da Faculdade de Medicina foram transferidos para esta nova unidade acadêmica, estruturando-se o Programa de Pós-Graduação em Saúde Coletiva, com três áreas de concentração: Epidemiologia; Planejamento & Gestão e Ciências Sociais em Saúde. A partir de 2001, as atividades de ensino de pós-graduação foram ampliadas com a implantação do Curso de Mestrado Profissionalizante em Saúde Coletiva (MPSC), avaliado com a nota máxima pela CAPES (cinco) desde a sua criação.

Os docentes do ISC têm contribuído de forma decisiva na qualificação de profissionais para os serviços de saúde, formação de pesquisadores e professores, que se tornam líderes em instituições nacionais e internacionais. Docentes e alunos têm participado ativamente dos acontecimentos que marcaram o movimento que resultou na construção da proposta de Reforma Sanitária Brasileira e do SUS e dado contribuições importantes para a consolidação da Saúde Coletiva Brasileira, não apenas do ponto de vista teórico conceitual, mas também com participação relevante nos Comitês Assessores do CNPq e comissões de avaliação da CAPES; atuando ativamente na Associação Brasileira de Saúde Coletiva (ABRASCO), como membros de suas diretorias, comissões e grupos de trabalho e, desde sua criação, no Centro Brasileiro de Estudos de Saúde (CEBES) no âmbito nacional e na organização do núcleo baiano.

O projeto pedagógico do Programa de Pós-graduação em Saúde Coletiva do ISC está centrado em processos de formação e capacitação sistemáticos, criativos e inovadores, cujos eixos fundamentais são a investigação científica e a articulação com os serviços de saúde e outras ações intersetoriais, produzindo lideranças institucionais.

As características do processo ensino-pesquisa no PPGSC-ISC/UFBA buscam incluir:

  • Capacidade de análise do contexto em relação às práticas que realiza;
  • Compreensão da organização e gestão do processo de trabalho em saúde;
  • Exercício de um agir comunicativo ao lado do estratégico;
  • Advocacy e/ou habilidade para realizar denúncia de ocorrências em que estejam comprometidos direitos sociais;
  • Tolerância e diálogo em situações conflitantes;
  • Atenção a problemas e necessidades de saúde;
  • Senso crítico quanto à efetividade e ética das intervenções propostas ou realizadas;
  • Permanente questionamento sobre o significado e sentido do seu trabalho e projetos de vida.

Para atender a estes pressupostos pedagógicos, a formação do aluno de pós-graduação do ISC se materializa a partir da sua incorporação aos Programas Integrados de Pesquisa, Ensino e Cooperação Técnica (PIs) que compõem a estrutura organizacional do instituto. Esses programas estão organizados em torno das principais linhas de investigação, o que propicia intercâmbio com professores de diferentes instituições nacionais e estrangeiras, fortalecendo e consolidando a prática multidisciplinar e a vivência acadêmica institucional. Os PIs abrigam alunos de iniciação científica, pós-graduandos, profissionais de saúde das instituições locais, estagiários e os pesquisadores com seus projetos em andamento. Esta forma de organização pedagógica mantém a coerência com a estrutura de gestão do ISC baseada em um modelo matricial, centrado em torno dos PIs, os quais abrangem várias áreas temáticas.

O Programa de Pós-Graduação em Saúde Coletiva, composto pelos cursos de Mestrado em Saúde Coletiva e de Doutorado em Saúde Coletiva, originalmente denominados de Mestrado em Saúde Comunitária e Doutorado em Saúde Pública, respectivamente, o primeiro aprovado pela Câmara de Ensino de Pós-Graduação e Pesquisa em 17/09/1973 e credenciado pelo Conselho Federal de Educação em 12/06/1985, parecer nº 318/85, e o segundo instituído pelo Conselho de Coordenação em 07/12/1988, parecer nº 012/88, e pelo Mestrado Profissional em Saúde Coletiva, aprovado conforme parecer nº 1.26/00 de 13/09/2000 da Câmara de Pós-Graduação e Pesquisa da UFBA e recomendado pelo CTC-CAPES em 08/12/00, tem como objetivo a qualificação de profissionais, professores e pesquisadores em Saúde Coletiva.

O Mestrado e Doutorado possuem, na sua grade curricular, um núcleo básico comum às três áreas de concentração, preservando a interdisciplinaridade, e disciplinas e atividades específicas para cada área.

Atualmente, a estrutura curricular dos cursos de Pós-Graduação inclui seis disciplinas obrigatórias, duas optativas, além das atividades de Pesquisa Orientada, Tirocínio Docente, Exame de Qualificação e Projeto de Dissertação ou de Tese.

As disciplinas do núcleo comum às três áreas de concentração são:

  • No Mestrado: Epistemologia e Metodologia em Saúde; Epidemiologia em Saúde Coletiva; Saúde, Cultura e Sociedade e Políticas de Saúde.
  • No Doutorado: Epistemologia e Metodologia em Saúde e Políticas de Saúde.

As disciplinas obrigatórias do Doutorado incluem dois Seminários Avançados, de Teoria e de Metodologia de cada área, duas disciplinas específicas e o Seminário Crítico de cada área, este último compondo o elenco de atividades obrigatórias.

LINHAS DE PESQUISA DO PPGSC

• Análise da situação de saúde
• Atenção primária em saúde
• Avaliação de sistemas, programas e serviços de saúde
• Comunidades, famílias, modos de vida e saúde
• Desenvolvimento na primeira infância e saúde mental no curso da vida
• Determinantes ambientais e sociais da saúde
• Economia, tecnologia e inovação em saúde
• Educação e comunicação em saúde
• Epidemiologia das doenças crônico-degenerativas, infecciosas e parasitárias
• Epidemiologia e avaliação de impacto na saúde das populações
• Epidemiologia em serviços de saúde mental
• Estudos em populações indígenas
• Etnicidade, raça e saúde
• Gênero e saúde
• Informação nos processos de gestão em saúde
• Itinerários terapêuticos, cronicidade e cuidado integral em saúde
• Macro e micro determinantes das doenças infecciosas e deficiências nutricionais
• Modelos assistenciais e vigilância em saúde
• Planejamento, gestão e avaliação em saúde
• Políticas, instituições e práticas de saúde
• Políticas públicas, participação social e saúde
• Processos socioculturais e saúde/doença-cuidado
• Saúde ambiental
• Saúde mental
• Saúde do trabalhador
• Sociologia das doenças crônicas e outras condições de longa duração
• Trabalho, gestão e educação em saúde
• Vigilância sanitária
• Violência urbana e saúde • Vulnerabilidades e HIV|Aids